Chanel

Na arte de Pablo Picasso percebemos a valorização das formas curvas evidenciando o corpo feminino, em estado de relaxamento. O modelo Chanel foi baseado nestas formas, as quais permitem um jogo interessante de luz e sombra sobre as linhas curvilíneas do produto.

————————————————————-

Na imagem em destaque o fotógrafo captou a essência deste modelo Chanel, a simplicidade e beleza das formas, o acabamento da costura, os materiais e suas combinações.

Chanel (10).jpg

Chanel (9).jpg

O móvel aparador cravado nas costas do estofado lembra o luxo de um veio de  ouro naturalmente inserido no quartzo. O tecido que serve de fundos para o móvel aparador pode ser combinado com o tecido do estofado. Nesta versão do modelo Chanel em forma de “L” as possibilidades de divisão de ambientes são inúmeras com opção na variação de tamanhos.

Chanel (7)

A preocupação com os detalhes e curvas fica evidenciada quando olhamos o estofado por outros ângulos, tornando o produto a peça protagonista na decoração do ambiente. A composição dos tecidos em posições que normalmente não ficam a mostra quando o estofado está com as almofadas, lembra a preocupação que o estilista tem com o forro das peças do vestuário, mesmo que estas partes sejam coadjunvantes, este detalhe valoriza e transmite requinte ao estofado. Outra peça que amplia as possibilidades e modulações é o pufe, que pode ser feito sob medida.

Chanel (6)

O modelo Chanel traz ao ambiente muito estilo. O cubismo de Picasso emoldura curvas anatômicas na parte interna do estofado. Diferentes profundidades no mesmo prioduto fazem com que o uso seja uma nova experiência a cada encontro, a cada leitura, a cada bate-papo ou mesmo para simplesmente relaxar.

Chanel (15)

Chanel (16)

Chanel1

O aparador acoplado nas costas do móvel caracteriza a multifuncionalidade do produto.

Chanel

Planejado para ter uma função de divisor de ambientes, possui diversas possibilidades de modulação. A dupla profundidade do estofado permite várias maneiras de uso, adaptando-se a qualquer usuário, independentemente de sua estrutura. Materiais e acabamentos nobres como alumínio, tecidos em crochê e laca podem ser combinados gerando muitas possibilidades.

Chanel (3).jpg

Uma versão mais compacta, porém, cheia de estilo. A variação de profundidade é a maior força funcional deste sofá. Com 90cm de profundidade, o modelo ganha um ar de living mais compacto.

Chanel (12)

O módulo alongado do sofá Chanel, tem a na simplicidade da forma a virtude de complementar qualquer necessidade de uso, com a possibilidade de ser construído sob medida para o ambiente. De forma isolada, pode ser utilizado como peça curinga a para outros ambientes além da sala de estar.

Chanel (2)

Neste formato de canto o modelo Chanel mostra seu potencial para adaptar-se a qualquer espaço com estilo.

Chanel (13).jpg

O pufe Chanel possui, além da medida padrão, a possibilidade de ser confeccionado sob medida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s